Coleções Científicas de Invertebrados Marinhos: Estratégias para Conservação da Biodiversidade

BIOTA/FAPESP-Coleções 2018 - 2024

As coleções científicas zoológicas desempenham importante papel em estudos que envolvem estratégias de atuação governamental e/ou educacional, como a gestão do meio ambiente, conservação da biodiversidade, monitoramento de ecossistemas, avaliação de impactos ambientais, bem como os procedimentos necessários à sua preservação. Possuem um papel central no que se refere ao estudo da diversidade animal e constituem um acervo básico a partir do qual essa diversidade é localizada e reconhecida. Neste contexto, está inserido o presente projeto, que tem como objetivo o refinamento taxonômico de cerca de 150 mil espécimes depositados no Museu de Zoologia da Universidade Estadual de Campinas (ZUEC).

Esta pesquisa visa produzir um estudo integrado e atender à demanda das principais coleções científicas de invertebrados marinhos, tendo sido dividida em dois módulos:

    • Módulo 1 – Coleções Macrofaunais: Mollusca, Polychaeta, Crustacea e Echinodermata
    • Módulo 2 – Coleções Meiofaunais: Tardigrada e Nematoda

 

A raridade deste material está na diversidade das amostras, coletadas até 3300m de profundidade, incluindo cânions submarinos, em diferentes regiões do País.

Este estudo pretende realizar uma análise aprofundada de novos caracteres taxonômicos, tanto morfológicos como moleculares, que possibilitem a descrição desta biodiversidade e propiciem bases sólidas para análises filogenéticas e biogeográficas. Essas coleções estão sendo analisadas por pesquisadores especializados, procedentes de diferentes instituições nacionais e estrangeiras, comprometidos com a formação de recursos humanos para o incremento da taxonomia dos grupos que este projeto abrange.

Os primeiros resultados vêm revelando descobertas em diferentes níveis, como a identificação de novas espécies para a ciência, novos registros de ocorrência, bem como informações consistentes dos diferentes grupos, propiciando subsídios para estudos filogenéticos, diminuindo as lacunas no conhecimento da biodiversidade brasileira e mundial. Como objetivo deste projeto também está a consolidação da primeira coleção de Tardigrada para o Brasil e a criação da Coleção Científica de Nematoda no ZUEC.

Estes resultados têm propiciado o enriquecimento de um banco de dados on-line, por meio da Rede SpeciesLink (http://splink.org.br), do qual fazem parte as coleções do ZUEC, desde 2007, bem como a produção do volume 2 do “Manual de Identificação dos Invertebrados Marinhos da Região Sudeste-Sul do Brasil” (em fase de editoração).

Módulo I: Macrofauna​

A macrofauna é composta por uma variedade de animais dos ecossistemas aquáticos e/ou terrestres e possuem tamanho maior ou igual a 0,5 mm ...

Leia mais

Módulo II: Meiofauna​

A meiofauna inclui animais que vivem em diferentes ecossistemas aquáticos e/ou terrestres  e possuem tamanho maior ou igual a 0,063 mm...

Leia mais