BIVALVIA

O filo Mollusca abriga sete classes: Aplacophora, Polyplacophora, Monoplacophora, Gastropoda, Bivalvia, Scaphopoda e Cephalopoda. Apresentam uma ampla diversidade morfológica, sendo considerado um dos grupos mais abundantes em comunidades marinhas. Nesse contexto, o objetivo principal dessa pesquisa é investigar uma parte dessa complexa variedade morfológica, revisando a taxonomia de alguns grupos de moluscos marinhos. Para tal, foram analisados espécimes depositados no ZUEC, com ênfase em suas coleções mais representativas: Bivalvia, Gastropoda e Aplacophora. Dentre os principais resultados alcançados, até o momento, destacam-se: a revisão taxonômica das espécies do gênero Dallocardia que ocorrem no Brasil (Bivalvia: Cardiidae), com a descrição detalhada da concha e da anatomia de D. muricata e D. delicatula; a descrição anatômica de Trigonulina ornata, considerado um dos menores bivalves carnívoros já estudados e uma ampla revisão sobre bivalves predadores. Além desses, outros resultados foram obtidos com destaque para o estudo sobre a diversidade de gastrópodes associados a algas, costões rochosos e marinas, a elaboração de uma revisão sobre os registros de aplacóforos no litoral brasileiro e o uso da microtomografia de raios-X como ferramenta não invasiva no estudo detalhado da anatomia de bivalves.